18
Mon, Jun

Uma pesquisa sugere que o cérebro humano foi programado para 'odiar' dietas. Segundo cientistas americanos no Campus de Pesquisa Janelia Farm, do Instituto Médico Howard Hughes, células do cérebro sensíveis à fome, conhecidas como neurônios AGRP, são as responsáveis pelo horror à dieta.

A Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo IBGE descobriu que 56,9% dos brasileiros com 18 anos ou mais estão acima do peso, o que equivale a 82 milhões de pessoas. Este índice é muito superior a 2003, quando foi registrado que 42% dos brasileiros estavam acima do peso.

A dieta para pessoas que tenham diabetes é fácil, não precisa ser sem sabor nem sem tempero, ela deve ser feita sempre, mesmo quando se está tomando insulina.

Nada justifica não fazê-la e ela é fundamental no tratamento de qualquer pessoa com diabete.

Pontos Importantes:

É fundamental que a dieta seja seguida todos os dias, mesmo nas férias e finais de semanas.
É importante comer pouca quantidade por vez e várias vezes por dia, tentar manter um intervalo de 3 a 4 horas entre cada refeição.
Não coma muito numa refeição, ficando depois várias horas sem comer.
A pessoa com diabete principalmente se estiver usando insulina ,deve ter os horários de refeições o mais fixos possíveis, tentando não variar os tipos e quantidades de alimentos nos vários dias, por exemplo:
O almoço de hoje, deve ser o mais parecido possível com o de ontem e o de amanhã, etc.
Se for atrasar uma refeição principal (almoço ou jantar) coma alguma coisa mais leve, enquanto espera.
Se você não fizer isso, pode ter uma hipoglicemia. (queda dos níveis de glicose sanguineo).
Você pode comer qualquer tipo de fruta, não deve comer mais de uma fruta de cada vez, porisso deve-se evitar sucos de frutas concentrados.
(Um copo de suco de laranja por exemplo contém 3 a 4 laranjas, e daí sua taxa de glicemia subirá muito, portanto não é bom tomá - lo).
Os cereais ( arroz, feijão e mesmo massas) podem ser comidos em quantidade moderada, e devem ser sempre acompanhadas de verduras e legumes.
Cereais integrais (arroz e trigo integral) são melhores, porém cereais refinados também podem ser consumidos.
Pães e bolos salgados também podem ser consumidos, em pequenas quantidades.
Não existe nenhuma vantagem no uso de farinha de glúten.
Gorduras devem ser evitadas - principalmente se você estiver com excesso de peso ou tiver alterações de colesterol e triglicérides.
Evite gorduras de origem animal.
Queijos gordos (amarelos) devem ser evitados, é melhor comer queijo branco ou ricota e prestar atenção para não exagerar na quantidade.
Use sempre margarina do tipo light ao invés de manteiga.
Cozinhe e tempere alimentos com óleos vegetais ( milho, soja, girasol ou azeite.
Carnes branca ( peixe e aves) são preferíveis às vermelhas, antes de preparar as aves retire sua pele, senão aumentará o teor de colesterol do alimento.
Não existe nenhuma vantagem em comer muita carne vermelha ou branca, tente não comer mais de uma porção média por refeição

 

Publicado em Tudo sobre diabetes

É batata: logo após o parto, uma das principais preocupações das mulheres é recuperar a antiga forma física. Por outro lado, durante o período de amamentação, as dietas restritivas estão completamente contraindicadas, já que tanto a mamãe quanto o bebê têm necessidades nutricionais bem específicas.

Mais artigos...